reposição hormonal

Maiores mitos e verdades sobre a reposição hormonal

Com o passar dos anos, envelhecemos e nosso organismo deixa de produzir alguns hormônios que são importantíssimos para o corpo. Para evitar essa redução e controlar os sintomas que podem aparecer, foi desenvolvida a terapia hormonal.

Por ainda não ser um procedimento presente no dia a dia das pessoas, existem muitas dúvidas sobre o assunto. Por isso, preparei este post para explicar o que é mito e o que é verdade quando se fala na terapia de reposição hormonal. Confira!

A terapia hormonal engorda

Infelizmente, é uma verdade. A terapia se utiliza de hormônios derivados do estrogênio, progesterona e testosterona, substâncias que podem promover o ganho de peso. Para evitar esse sintoma, recomenda-se a prática de atividades físicas e uma alimentação saudável.

A reposição dos hormônios aumenta a libido.

Outra verdade. Quando sofremos a queda hormonal, um dos primeiros sintomas que sentimos é a redução do desejo sexual. Assim, após um restabelecimento nos níveis hormonais, esse sintoma deixa de existir.

A terapia hormonal aumenta as chances de câncer de mama

Essa afirmação é mais mito do que verdade. Não há uma comprovação que indique que a reposição hormonal potencializa as chances de adquirir um câncer de mama. O risco poderá existir ou não, variando conforme o tipo de hormônio utilizado, a dose, a via e o período.

Apenas uma avaliação médica da paciente é que confirmará ou não esse risco. Por isso, ela é imprescindível.

A reposição hormonal não tem contraindicações

Mito. Existem sim contra indicações: mulheres com histórico de câncer de mama ou de endométrio e os homens com câncer de próstata, não devem fazer a reposição. Bem como pessoas que tenham histórico de trombose. 

Logo, a avaliação médica irá considerar todos esses riscos para indicar ou não a terapia.

A terapia hormonal não é benéfica para os homens

Outro mito. Tanto os homens quanto as mulheres são beneficiados e podem realizar a reposição dos hormônios. Nos homens, os principais benefícios são:

  • prolongamento da vida sexual;
  • redução dos riscos de morte por doenças degenerativas;
  • fortalecimento da musculatura e dos ossos;
  • prevenção dos sintomas da andropausa e da impotência sexual.

Todas as pessoas precisam fazer a reposição

Aqui temos mais um mito. Nem todos os homens ou mulheres precisam repor os hormônios. Cada organismo trabalha de forma diferente e sente a ação do tempo de forma distinta.

As pessoas mais ativas, praticantes de exercícios, que se alimentam bem e vivem uma vida tranquila tendem a não sofrer a queda hormonal. Consequentemente, elas não precisam  fazer a reposição.

A terapia pode prevenir a osteoporose

Por mais duvidoso que pareça, é verdade. A terapia hormonal tem como benefício a melhora da quantidade de cálcio no esqueleto. Além disso, ela também favorece a prevenção das doenças cardiovasculares, pois atua no controle dos níveis de colesterol bom (HDL).

Pronto! Agora você sabe mais sobre os maiores mitos e verdades sobre reposição hormonal divulgados pelas pessoas e pela internet. No caso de dúvidas, o endocrinologista é o profissional mais indicado para orientar você. 

Quer saber mais? Clique no banner e saiba mais sobre Medicina integrativa.

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp